VMware Workstation Pro 15 – Parte 08 (Endentendo os Componentes de Rede)

Salve Salve Pessoal!

Dando continuidade a nossa serie de posts sobre o VMware Workstation Pro 15, vamos entender os componentes de rede que podemos do VMware Workstation Pro 15.

O VMware Workstation Pro 15 inclui os seguintes componentes: Virtual Switches (Switches Virtuais), Virtual Network Adapter (Adaptador de Rede Virtual), Virtual DHCP Server (Servidor DHCP Virtual) e um NAT Device (Dispositivo NAT).

Virtual Switches

Os switches virtuais realizam a conexão entre as máquinas virtuais e sua respectiva redes virtual, esses switches seguem o seguinte padrão de nomeclatura VMnet0, VMnet1, VMnet2 e assim por diante.

Por padrão alguns switches virtuais são mapeados para redes específicas, são:

VMnet0 <–> Bridge

VMnet1 <–> Host-only

VMnet8 <–> NAT

Podemos criar até 20 switches virtuais em sistemas operacionais Windows e até 255 em sistemas operacionais Linux, podemos conectar um número ilimitado de máquinas virtuais em um switche virtual em sistemas operacionais Windows e até 32 máquinas virtuais em sistemas operacionais Linux.

Para cada switch virtual criado do tipo NAT ou Host-only será criado uma interface no seu sistema operacional.

Virtual Network Adapter

Quando criamos uma nova máquina virtual, o assistente cria um adaptador de rede virtual para a máquina virtual, esse adaptador de rede virtual pode variar de acordo com sistemas operacionais convidados, os seguintes tipos estão disponíveis por padrão:

AMD PCNET PCI
Intel Pro/1000 MT
Intel 82574L
Intel 82545EM

Vejam o exemplo de uma máquina virtual com o Windows Server 2016 e outra com o Fedora 29.

Podemos ter até no máximo 10 adaptadores de rede virtual por máquina virtual no VMware Workstation Pro 15.

Virtual DHCP Server

O servidor DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol) fornece endereços IP as máquinas virtuais que não estão vinculadas a uma rede do tipo bridge, ou seja, o servidor DHCP atribui endereços IP as máquinas virtuais que estão configuradas como Host-only e NAT.

Essa configurações de endereçamento, range e etc, podem ser editadas.

NAT Device

No NAT (Network Address Translation), o dispositivo transmite dados entre uma ou mais máquinas virtuais e a rede externa, identifica pacotes de dados de entrada destinados a cada máquina virtual e os envia ao destino correto.

Para maiores informações sobre o NAT acesse o link:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Network_address_translation

Agora vamos entender os tipos de redes que podemos utilizar no VMware Workstation Pro 15, temos quatro tipos de redes distintas: Bridged, NAT, Host-only e Custom.

Bridged

A rede do tipo Bridged conecta a máquina virtual a rede externa usando o adaptador de rede host físico, ou seja, a conexão é realizada como se você estivesse conectando a máquina virtual diretamente a rede física, outras computadores da rede vão conseguir enxergar essa máquina virtual na rede.

NAT

A rede do tipo NAT a máquina virtual não possui endereço IP válido na rede externa, ou seja, a rede externa não exerga essa máquina virtual na rede. Uma rede privada é configurada no host pelo VMware Workstation Pro 15, a máquina virtual obtém um endereço nessa rede privada do servidor DHCP virtual, a máquina virtual e o host comseguem se comunicar normalmente e a máquina virtual consegui acessar a rede externa através do NAT.

Host-only

A rede do tipo Host-only cria uma rede completamente contida no host, existe conexão de rede entre a máquina virtual e o sistema host, porém, diferentemente da rede do tipo NAT, a rede Host-only não tem acesso a rede externa, a máquina virtual obtém um endereço nessa rede privada do servidor DHCP virtual.

Custom

Podemos configurar um Swicthe Virtual diretamente a uma máquina virtual sem a necessidade de configurar um tipo de rede para esse switche, podendo conectar várias máquinas nesse mesmo switche, podendo fazer laboratórios mais avançados.

Também podemos um segmento de LAN, onde uma máquina virtual usa esse segmento para poder se comunicar com outras máquinas virtuais que estejam neste mesmo segmento. Os segmentos de rede local são úteis para testes de multicamadas, análise de desempenho de rede e situações em que o isolamento de máquinas virtuais é importante.

A parte de redes do VMware Workstation é muito rica e podemos fazer diversos testes, para maiores podemos acessar o guia do usuário, segue o link abaixo:

https://docs.vmware.com/en/VMware-Workstation-Pro/15.0/workstation-pro-15-user-guide.pdf

No próximos post dessa serie vamos ver como podemos configurar tudo isso que vimos até agora.

Até a próxima!

😀

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. 30/04/2019

    […] moved here […]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.