Desmistificando o Slackware Linux – Parte 02

Salve Salve Pessoal!

Bem, como falei no post anterior (acesse AQUI), vamos começar a desmistificar o Slackware, nesse post vou mostrar a parte de instalação do Slackware.

Apesar de não ter uma interface gráfica “bonitinha” como algumas distribuições que encontramos hoje em dia, o processo de instalação do Slackware é tão simples quanto a instalação de uma dessas distros.

A instalação pode ser realizada de diversas formas, USB, CD/DVD, PXE e etc, em nosso caso vamos utilizar uma imagem de DVD.

Caso não possua a ISO do Slackware, você pode baixar a mesma no link abaixo:

https://mirrors.slackware.com/slackware/slackware-iso/slackware64-14.2-iso/

Então vamos começar 😀

01 – Quando damos boot com o DVD, aparece algumas informações, para nós, nesse momento basta apertar o botão ENTER.

02 – Após dar boot, o sistema irá solicitar que você selecione o teclado desejado, se você usa um teclado que não seja com o padrão US, basta digitar “1” e teclar ENTER que será mostrado um menu com diversos modelos de teclado.

03 – Selecione br-abnt2 caso esteja usando o padrão brasileiro, e clique em OK.

04 – Nesse momento é possível testar seu teclado, verificar se está no padrão correto, para isso basta sair teclando teclas aleatórios e verificar se as teclas aparecem corretamente. Depois disso basta digitar 1 e teclar ENTER, se tiver certeza que é o teclado desejado, caso queira corrigir, basta digitar 2 e teclar ENTER que você voltará para a tela anterior.

05 – Depois que escolher o teclado, basta digitar root e teclar ENTER.

06 – Nesse ponto, precisamos configurar a tabela de partições, para isso nós temos vários utilitários, cfdisk, fdisk e gdisk, se você não está muito familiarizado com o fdisk, sugiro que use o cfdisk.

07 – Não vou mostrar como criar as partições, até mesmo porque é muito fácil e intuitivo com o cfdisk, mas vejam que meu disco para essa instalação é de 20G, eu deixei 512M para swap, 10G para o sistema (/) e 9.5G que será meu /home.

08 – Agora basta digitar o comando setup e teclar ENTER.

09 – A primeira opção é um help da instalação, a segunda nós já configuramos, o teclado, agora basta selecionar ADDSWAP, se você criou a partição swap corretamente, ela sera detectada automaticamente, basta dar OK.

10 – Responda não para checagem de bad blocks na partição swap.

11 – Como será a entrada no /etc/fstab da partição swap.

12 – Agora selecione a partição que o sistema será instalado, a partição raiz (/), em nosso caso o /dev/sda2.

13 – Formate a partição.

14 – Selecione o sistema de arquivos, nosso caso ext4.

15 – Agora selecione a outra partição, que será nosso /home.

16 – Formate a partição.

17 – Selecione o sistema de arquivos.

18 – Agora defina o ponto de montagem no sistema, em nosso caso o /home, como falado anteriormente.

19 – Entrada no /etc/fstab das partições.

20 – Agora selecione a fonte de instalação, em nosso caso é DVD, se estivesse usando um pendrive seria USB.

21 – Deixe como auto para scannear a procura da unidade de CD e DVD automaticamente.

22 – Selecione os pacotes que deseja instalar, em nosso caso deixe todos marcados.

23 – Selecione o modo de instalação, deixe como full.

24 – Após a instalação dos pacotes terminar é possível criarmos um disco USB FLASH BOOT, em nosso caso não é necessário, selecione Skip.

25 – Selecione o modo de instalação do LILO, pode deixar como simple mesmo.

26 – Configure o frame, deixe como standard mesmo.

27 – Aqui podemos passar parâmetros de inicialização do LILO.

28 – Selecione o uso de UTF-8 no console.

29 – Selecione o local de instalaçãodo LILO, em nosso caso MBR.

30 – Selecione a configuração do mouse, pode deixar no padrão, imps2.

31 – Se desejar habilite o GPM, em nosso caso vamos deixar como Yes.

32 – Selecione Yes para realizar as configurações de rede.

33 – Configure o hostname.

34 – Configure o domain name.

35 – Selecione o tipo de configuração, DHCP, IP estático e etc, em nosso caso, vamos utilizar o NetwokManager, em outros momentos vamos ver outras configurações.


36 – Selecione Yes para confirmar as configurações.

37 – Selecione os serviços que deseja que sejam iniciados junto com o sistema, vamos deixar no padrão.

38 – Caso deseje configurar uma fonte especifica para o console, selecione Yes, no nosso caso vamos deixar como No.

39 – Vamos configurar a hora usando a localidade, selecione NO.

40 – Selecione o seu timezone, no meu caso é America/Recife, não tem João Pessoa/PB 😛

41 – Selecione o ambiente gráfico desejado, vamos deixar como XFCE por enquanto.

42 – Selecione Yes para configurar a senha de root.

43 – Digite a senha para o usuário root.

44 – Instalação Finalizada 😀

45 – Selecione EXIT para sair da instalação.

46 – Por fim, OK para remover o disco de instalação.

47 – Selecione Yes para reiniciar o sistema.

Pronto, Slackware instalado com sucesso!

No próximos post vamos ver como configurar a atualizar o sistema, traduzir para português e inicializar em modo gráfico.

Mais detalhes sobre os passos de instalação do Slackware no link abaixo:

http://slackbook.org/html/installation.html

Até a próxima! 😀

 

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.