iproute2 – Parte 3

Salve Salve Pessoa!

Seguindo com nossa serie de posts sobre iproute2, vamos ver nesse post como criar interfaces especiais.

Se você não leu os posts anteriores, sugiro que leia nos links abaixo:

iproute2 – Parte 01

iproute2 – Parte 02

Algumas das interfaces citadas nesse post, podem ser novas para alguns de vocês, vou colocar um link como referência para as interfaces que são menos comuns no dia-a-dia, não vou explicar sobre cada uma delas para o post não ficar muito extenso.

Vamos ao que interessa 😀

Criar uma interface VLAN

# ip link add name eth0.110 link eth0 type vlan id 110

Obs: O nome eth0.100 é uma forma tradicional de nomeclatura da interface, mas não é obrigatório, podemos nomear como quisermos, preste atenção a interface que está lincada e ao id da vlan.

Criar uma interface QinQ (VLAN Stacking)

# ip link add name eth0.100 link eth0 type vlan proto 802.1ad id 100 (Cria a interface VLAN)
# ip link add name eth0.100.200 link eth0.100 type vlan proto 802.1q id 200 (Cria um cliente da interface VLAN)

Para maiores informações sobre o QinQ e seu uso, acesse o link abaixo:

https://www.cisco.com/en/US/docs/ios/lanswitch/configuration/guide/lsw_ieee_802.1q.html#wp1050990

Criar uma interface Macvlan

# ip link add name mvlan0 link eth0 type macvlan

Normalmente veremos o uso de macvlan em ambiente com virtualização ou com docker, para maiores informações sobre esse tipo de interface, acesse o link abaixo:

https://docs.docker.com/engine/userguide/networking/get-started-macvlan/

Criar interfaces dummy

# ip link add name dummy0 type dummy

Interfaces dummy, são interfaces de loopback, normalmente utilizadas para comunicação interna de programas dentro do mesmo sistema, para maiores informações, acesse o link abaixo:

http://www.tldp.org/LDP/nag/node72.html

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.