Oracle Linux Virtualization Manager – Parte 04 (Adicionando um Host KVM)

Salve Salve Pessoal!

Dando continuidade a nossa serie hoje vamos começar a adicionar os hosts em nosso ambiente, mas antes vamos ver os requisitos para instalação do mesmos.

Requisitos mínimos:

Oracle Linux 7 update 6 com Unbreakable Enterprise Kernel Release 5 update 1 ou posterior.

Processador 64-bit com dois núcleos e suportar as flags de virtualização de hardware Intel VT-x ou AMD AMD-V.

2 GB de memoria RAM.

1 placa de rede gigabit.

45 GB de disco local.

Requisitos recomendados:

Oracle Linux 7 update 6 com Unbreakable Enterprise Kernel Release 5 update 1 ou posterior.

Processador 64-bit com dois núcleos ou mais e suportar as flags de virtualização de hardware Intel VT-x ou AMD AMD-V.

2 GB de memoria RAM ou mais.

2 placas de rede Gigabit ou mais.

45 GB de disco local ou mais.

Não vou mostar novamente o processo de instalação do sistema operacional, o processo é o mesmo que fizemos na parte 02, acesse o link abaixo e veja como é todo o processo:

Oracle Linux Virtualization Manager – Parte 02

Para ver todos os posts dessa serie até o momento acesse os links baixo:

Oracle Linux Virtualization Manager – Parte 01

Oracle Linux Virtualization Manager – Parte 02

Oracle Linux Virtualization Manager – Parte 03

Depois do sistema operacional instalado e atualizado, vamos adicionar o host ao nosso ambiente.

1 – No host que vai ser adicionado ao ambiente faça a instalação do repositório com o comando abaixo:

# yum install https://yum.oracle.com/repo/OracleLinux/OL7/ovirt42/x86_64/ovirt-release42.rpm

2 – Não é obrigado mas vamos liberar o acesso ao Cockipt para acessos posteriores diretamente ao host, execute os comandos:

# firewall-cmd --zone=public --add-port=9090/tcp

# firewall-cmd --zone=public --add-port=9090/tcp --permanent

3 – Depois de realizar os comanos acima no host, acesse o Manager, clique em Compute e depois em Host.

4 – Clique em New.

5 – Insira as seguintes informações:

Name: nome do host.

Comment: comentário sobre o host, não é obrigatório.

Hostname: FQDN ou endereço IP do host que vai ser adicionado.

Password: senha do usuário root do host, a Oracle recomenda o uso de chaves, mas como estamos em ambiente de teste vamos usar a senha mesmo.

6 – Cloque em Ok, o aviso é referente a configuração de gerenciamento de energia que não está configurado no momento.

7 – Nesse momento os pacotes e dependências necessários começam a ser instalados.

8 – Podemos acompanhar o que está acontecendo clicando em Tasks.

9 – Para termos maiores detalhes de tudo o que está acontecendo e sendo instalado podemos clicar em Events.

8 – Depois de tudo instalado o host é adicionado ao ambiente e fica com o status de Up.

9 – Para obter maiores detalhes sobre o host podemos clicar no nome do host.

Agora podemos realizar o mesmo procedimento para o segundo host.

Pronto, nesse momento nosso host já foi adicionado com sucesso ao ambiente. 😀

Vamos para algumas dicas extras. 😉

Podemos obter erro ao tentar adicionar o host ao nosso ambiente, como mostra a imagem abaixo:

Podemos verificar esses erros na aba Events, porém para maiores detalhes sobre o problema devemos acessar o Manager via SSH e acessar o seguinte diretório /var/log/ovirt-engine/host-deploy, depois disso verifique os logs mais recentes e filtre pelos erros.

No caso do erro acima, não fiz a instalação do repositório, mostrado no passo 1, refiz o passo 1,  depois disso mandei reinstalar, como a imagem abaixo:

Pronto, o host é adicionado ao ambiente.

OBS: O Oracle Linux Virtualization Manager cria um datacenter e cluster padrão durante a instalação, em outros posts veremos como podemos criar manualmente cada um, porém para nosso laboratório atual vamos usar o padrão mesmo.

Espero que tenham gostado!

No próximo post vamos configurar a parte de redes dos nossos hosts.

Até a próxima!

😀

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.